Notícia

Hérnia do Atleta

O termo hérnia do atleta (ou hérnia do esporte) é utilizado para descrever uma condição clínica frequentemente encontrada em praticantes de atividades físicas e caracterizada por dor na região inguinal (virilha). Ela não tem relação com uma verdadeira hérnia inguinal, já que não há defeito na parede abdominal desta região. Desta forma, considera-se que o termo “hérnia” não é o mais adequado para este quadro de dor, portanto a definição mais precisa é a “dor inguinal unilateral crônica”, sem o desenvolvimento [...]

Leia mais...

Vesícula Biliar – Dor após a cirurgia da vesícula biliar

O saco como órgão que se encontra no quadrante superior direito do abdômen, por baixo da parte de trás do fígado, é conhecido como vesícula biliar. Ele armazena a bile produzida pelo fígado entre as refeições. Vesícula biliar liberta de uma forma concentrada. A bile é vertida para o intestino através de dutos biliares; quando você come. Bile ajuda a quebrar as gorduras e à digestão. Entre as doenças da vesícula biliar diferentes, câncer, pólipos, colecistite (inflamação da vesícula biliar) [...]

Leia mais...

Vesícula Biliar – Lama Biliar

A lama biliar ou barro biliar, também denominada bile espessa, é um achado ultrassonográfico relativamente freqüente no interior da vesícula biliar. Sua composição inclui granulações de bilirrubinato de cálcio e cristais de colesterol. Ultrassonograficamente, a lama biliar aparece como ecos de baixa intensidade contrastando com a bile normal, anecóica. Como a lama biliar é mais espessa e densa que a bile normal, forma-se um nível líquido-líquido, sendo que a lama biliar situa-se mais posteriormente que a bile normal, com o paciente [...]

Leia mais...

Hérnia Umbilical

Hérnia Umbilical O umbigo é a cicatriz parietal deixada pela inserção do cordão umbilical. O anel umbilical constitui um ponto de debilidade da parede abdominal. As hérnias umbilicais integram uma classe de hérnias ventrais, espontâneas ou congénitas, localizadas no umbigo. Geralmente espontâneas, ocasionalmente representam o reaparecimento ou a persistência de uma hérnia umbilical congénita e devem-se à falência do encerramento do anel umbilical após laqueação do cordão umbilical. Em cerca de 90% das situações, é um defeito adquirido que resulta [...]

Leia mais...

Pólipos na vesícula biliar – O que fazer?

O único tratamento definitivo para pólipos na vesícula é a remoção da vesícula biliar, ou colecistectomia. Esta operação é recomendada para pacientes com sintomas ou suspeita de que existem riscos de progressão para malignidade.  O risco de câncer de vesícula biliar A maioria dos pólipos biliares são benignos. É necessário excluir malignidade de um pólipo porque o câncer de bexiga avançado tem um prognóstico ruim. No entanto, se for detectado precocemente, pode ser removido e curado. Embora nenhum estudo de imagem [...]

Leia mais...

Pedra na Vesícula Biliar e seus incômodos

O nome é pouco conhecido: colelitíase. Muitas pessoas podem estranhar se souberem que esta doença afeta cerca de 20% da população. No entanto, ao conhecerem seus apelidos: pedra na vesícula ou cálculos biliares, lembrarão de imediato. É que o distúrbio é responsável por boa parte dos atendimentos nos consultórios de doenças digestivas. Muito embora o tratamento do problema dependa necessariamente da realização de uma operação de retirada da vesícula, modernas técnicas cirúrgicas tornam essa uma medida bastante simples. A vesícula é um dos [...]

Leia mais...

Pólipos da Vesícula Biliar: Como e Quando Tratar?

É denominado pólipo vesicular quando uma lesão projeta-se da parede vesicular para o interior da vesícula biliar. O diagnóstico de pólipo vesicular aumentou muito devido ao elevado uso da ultrassonografia abdominal. São diagnosticados em cerca de 5% da população em geral. Os pólipos vesiculares são denominados de benignos ou malignos. Os benignos são classificados em: pseudotumores (pólipos de colesterol, pólipos inflamatórios; colesterolose e hiperplasia); tumores epiteliais (adenomas) e tumores mesenquimatosos (fibroma, lipoma, hemangioma). Os malignos são os carcinomas da vesícula [...]

Leia mais...

Pedra na Vesícula Biliar – O que comer?

As pedras na vesícula ou cálculos biliares são partículas sólidas que se formam na vesícula originárias da bile. A vesícula biliar é um órgão pequeno que junto ao pâncreas e ao fígado encarregam-se de produzir enzimas digestivas e bile para digerir as gorduras. Os cálculos biliares impedem que a vesícula execute seu trabalho, impedindo uma fácil digestão de todos os alimentos.Instruções: Em geral, as recomendações dietéticas a seguir se você tiver pedras na vesícula são simples: uma alimentação variada baixa [...]

Leia mais...

Problemas digestivos após uma cirurgia de vesícula biliar

Cirurgia para remover a vesícula biliar, também chamada de colecistectomia, muitas vezes é recomendada por médicos para tratar os cálculos biliares ou remover uma doente ou mal funcionamento da vesícula biliar. Pacientes que fazem cirurgia de vesícula biliar frequentemente encontram alívio para as suas condições anteriores, mas alguns também experimentam problemas digestivos subseqüentes. Sabendo o que esperar pode ajudar aqueles que se preparam para ou se recuperando de uma cirurgia de vesícula biliar lidar melhor com estes sintomas e [...]

Leia mais...

Retirada da Vesícula Biliar se torna cada vez mais comum no Brasil

A explicação é que o brasileiro tem engordado demais, e muita gente faz dietas radicais para perder peso. O resultado é que o corpo não consegue se adaptar a esses exageros. O número de cirurgias para a retirada da vesícula biliar vem crescendo no Brasil em ritmo acelerado. A cada ano, são duas mil a mais. A vesícula começa a produzir pedras quando acontece um desequilíbrio entre as substâncias que existem dentro dela. Esse desequilíbrio se dá em várias situações: quando [...]

Leia mais...
Desenvolvido por: Henrique Kravitz